Pintar a Casa no Verão

A melhor altura para pintar a casa é durante as estações mais quentes, ou seja, na primavera ou no verão. Assim, a tinta secará com mais facilidade e os espaços poderão arejar durante mais tempo, sem arriscar deixar entrar chuva em casa, ganhar humidade ou danificar todo o trabalho realizado.

Renovar a pintura periodicamente também é extremamente importante para uma boa manutenção das superfícies,podendo variar de acordo com alguns fatores, tais como a poluição, a humidade do ar, e a necessidade de renovação e decoração do ambiente. Os especialistas aconselham a repintar o interior a cada 3 anos e o exterior, no máximo, a cada 5 anos.

Materiais necessários para pintar a casa?

Reúna todos os materiais necessários para pintar a casa e para proteger a mobília e o chão, para obter acabamentos de qualidade.

Assim, obtenha rolos e extensores, pincéis, lixas, as tintas que deseja aplicar no imóvel, tinta primária, uma bandeja para as mesmas, um recipiente para misturar as tintas, fita de pintor, escada, espátulas, panos húmidos, óculos e luvas de proteção.

Dê início à reforma

1. Liberte as divisões

Retire os móveis menores, espelhos, quadros, cortinados, tapetes e restante decoração da divisão. Cubra os restantes móveis, retire as capas dos interruptores, cubra as portas, as janelas e o rodapé com a fita de pintor.

2. Limpe os tetos e as paredes antes de pintar a casa

É essencial preparar os tetos e as paredes que irá pintar. Se o teto estiver pintado com cal, lave-o com água morna e sabão. Caso verifique que a tinta lasca de ambas as superfícies, raspe os restos com uma espátula ou uma lixa própria e assim retire o pó com um pano húmido.

3. Repare as falhas

Cubra os buracos e as fissuras com massa e espere secar completamente, para assim passar para a etapa de lixar. Para isso, utilize uma lixa e passe delicadamente sobre a massa que aplicou, de forma a tonar as superfícies lisas e uniformes.

4. Aplique o primário e a tinta

No mínimo, dê uma demão de primário para garantir que a tinta fique espalhada uniformemente e consistente. Enquanto o primário seca, misture as tintas até obter a cor desejada, caso seja necessário.

Utilize os pincéis para os pormenores, como os cantos onde os rolos não chegam e os locais mais delicados, por exemplo, rodapés, tomadas, interruptores, janelas, portas, etc.

Para obter uma pintura mais uniforme, utilize a técnica do “W”. Divida a parede em parcelas e desenhe um “W” na vertical para depois voltar a passar o rolo no sentido contrário, ou seja, desenhando um “M”. Esta técnica permite cobrir grande parte da superfície sem precisar de levantar o rolo e sem exagerar, por excesso ou por defeito, na quantidade de tinta aplicada.

Por vezes, são necessárias duas demãos, para assim garantir que a tinta fica bem espalhada.

Partilhar