4 dicas para escolher um pavimento flutuante

O pavimento flutuante é uma opção cada vez mais requisitada para espaços interiores. A escolha de um pavimento deve ter em conta alguns aspetos de cada espaço. Hoje em dia, já existem no mercado diferentes tamanhos, formatos, características técnicas e variadas cores que se ajustam a qualquer zona.

Neste artigo, damos-lhe quatro dicas para conseguir escolher o pavimento flutuante perfeito para cada zona da sua casa. 

1. Chão flutuante para qualquer espaço

Atualmente, é possível aplicar pavimento flutuante em toda a casa. Este tipo de chão é muito versátil e cómodo, além de que a sua manutenção pode ser mais barata e rápida. 

Antes de aplicar este tipo de material deve ter em conta algumas características, ou seja, deve adaptar o chão flutuante a cada espaço. Isto é, um quarto não requer alguns aspetos que um chão de casa de banho ou cozinha necessitam. Desta forma, deve considerar para cada zona: 

– Casa de Banho 

Na casa de banho já é possível aplicar chão flutuante. Para esta divisão deve optar por um pavimento à prova de água, uma vez que é o local da casa com mais humidade e água presentes. 

– Quarto

O quarto é o local mais comum para aplicar chão flutuante. Caso os quartos da sua casa se encontrem num piso superior, aconselhamos que opte por um pavimento com isolamento acústico. 

– Sala de Estar

Geralmente, este é um espaço com mais movimento e, por sua vez, de maior desgaste. Ao escolher um pavimento flutuante para uma sala de estar recomendamos que compre um com uma alta resistência para minimizar os riscos e suportar todo o mobiliário.

– Cozinha

Usar pavimento flutuante na cozinha não é muito comum. Contudo, atualmente, já existem pavimentos para este tipo de espaço. Estes são pavimentos mais resistentes e seguros. Além disso, podem ser mais fáceis de limpar e, caso necessário, de fazer manutenção. 

2. Cor do pavimento

A cor escolhida para o pavimento tem um enorme impacto na decoração de um espaço. Atualmente, existem muitas cores disponíveis no mercado, uma mais naturais e outras menos comuns. 

As cores conseguem influenciar o ambiente de qualquer espaço, ou seja, podem dar a sensação de um espaço ser mais amplo ou pelo contrário. As cores mais claras são mais apropriadas para divisões pequenas, pois demonstram uma sensação de maior amplitude. Os pavimentos com tons cinzentos transmitem maior modernidade e suavidade à divisão. Os tons mais escuros dão a impressão de mais conforto e tranquilidade a espaços amplos. 

3. Resistência de chão flutuante

A resistência do pavimento deve ser conforme o seu estilo de vida e a zona onde aplicar este chão flutuante. Um dos maiores fatores que deve refletir antes de escolher o tipo de chão, é perceber o desgaste que o mesmo vai estar exposto. 

4. Limpeza perfeita

Após aplicar o chão flutuante é fundamental existir cuidados especiais. Deve evitar arrastar móveis e cadeiras, uma vez que pode riscar o chão. Além disso, outros cuidados a ter em conta:

  • Nunca aplique produtos com cloro, pois danifica e mancha o pavimento;
  • Use os produtos de limpeza diluídos em água para não manchar o chão;
  • Adapte a linha de produtos de limpeza e escolha produtos para pavimento laminados ou flutuantes;
  • Remova sempre as partículas de sujidade com uma vassoura suave ou aspirador, de seguida use uma esfregona bem macia e húmida. Ao lavar o pavimento, certifique-se que não fica com muita água. 

Na RF-Remodelações remodelamos qualquer espaço interior e exterior. Aplicamos qualquer tipo de pavimento, a nossa equipa é composta por especialistas na montagem e instalação de pavimentos flutuantes de madeira e laminados.

Partilhar